O AGENTE PÚBLICO E A CONFIANÇA CIRCUNSTANCIAL: VALIDAÇÃO DO MODELO DE ESCALA

  • MURILLO DE OLIVEIRA DIAS Ecole de Commerce de Rennes
Palavras-chave: Administração Pública, Confiança Circunstancial, Agente Público

Resumo

O presente artigo versa sobre o fenômeno da confiança circunstancial a que o agente público está submetido quando no exercício de suas funções na Administração Pública. Objetiva contribuir para com a melhor produtividade e eficiência do agente na gestão pública. A confiança circunstancial é um fenômeno que ocorre, por exemplo, quando há uma troca de mandato, ou o agente público é empossado num novo cargo. É preciso, portanto, confiar no legado administrativo herdado e nas partes que o compõe, um potencial problema para um eficiente modelo de gestão, tornando-se um desafio para o agente público. O presente artigo apresenta uma escala validada, enquanto apresenta um conjunto de melhores práticas visando uma melhor performance do agente público no exercício da sua função, mantidas as prerrogativas Constitucionais e particularidades da Administração Pública.

Publicado
31-07-2018
Como Citar
DIAS, M. O AGENTE PÚBLICO E A CONFIANÇA CIRCUNSTANCIAL: VALIDAÇÃO DO MODELO DE ESCALA. International Contemporary Management Review, v. 1, n. 2, 31 jul. 2018.